quarta-feira, 30 de abril de 2008

Na total !

A vida nos concede a oportunidade de desfrutar da liberdade.

Realmente é um lance muito bem instigante sabe ... a gente ter em nossas mãos a possibilidade de superar todos os limites e de acirrar ainda mais o quanto eles podem nos sufocar ...

Evidentemente, se saber livre é fruto de uma situação bem privilegiada ... estamos tranquilos, serenos e preparados para o que vier depois de grandes tensões ...

Agora ... vou te contar , não tem nada "mais maior de grande" do que ver a liberdade alheia ... ver aqueles que desfrutam do viver numa plenitude digna da própria vida ... esses fazem tudo com toda a aflição, vigor, sarcasmo, ternura ... com todo o sentimento !

Deixo essa canção àqueles que não se medem, não se classificam ... apenas vivem!

Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo da gente
Preciso conduzir
Um tempo de te amar
Te amando devagar e urgentemente
Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo uma outra vez
Prometo te querer
Até o amor cair
Doente, doente
Prefiro então partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente
Depois de te perder
Te encontro com certeza
Talvez num tempo da delicadeza
Onde não diremos nada
Nada aconteceu
Apenas seguirei
Como encantado ao lado teu.

Todo o Sentimento (Chico Buarque de Hollanda)

sábado, 26 de abril de 2008

tem um pouquinho disso tudo ...



As primeiras horas foram difíceis ...
Achei que seria pesaroso guardar a tua lembrança ... mas volta e meia trazia a tua imagem e tudo que ela me troxera ...

Confesso que nesses momentos questionei a necessidade de tudo que compartilhamos ...
Confesso que tudo foi válido, certo, verdadeiro e cúmplice...

Agora torno a me lembrar de tudo ... e vens com a doçura de sempre ... não sei o que os caminhos nos reservam ... mas confesso toda a beleza que a jornada nos ofereceu !

"pois meu amor tem um pouquinho disso tudo

e tem na boca a cor das penas do tiê ..."


quarta-feira, 23 de abril de 2008

um ano ...


desde que decidi juntar aqui minhas dedicadas reflexões percebo que muito mudou no meu olhar, no meu verbo, na forma que decidi compartilhar as minhas angústias e alegrias ...

os meus passos seguiram um caminho que jamais esperava estar seguindo ... meu coração envereda por searas que sequer as tensionava ...

um ano se passa desde que voltei atônito de um show de Chico Buarque querendo traduzir uma penca de coisas ...

estejam à vontade para se fartarem desse modesto material arquivado ....

eles narram um ano de múltiplas paixões, infindáveis angústias, firmes decisões e uma consistente vontade da minha parte de compartilhar com todos aquilo que decidira expor ...

pretendo acirrar a exposição, entretanto essa será cada vez mais sutil, direcionada aos seus respectivos atores e atrizes das situações ...

não percam tempo em me decifrar ... é inútil ... leiam ... apenas leiam ...

pretendo mudar os móveis de lugar, pôr novas cores, outros perfumes, cultivar os eternos amores e deixar tudo pronto para os próximos ...

agradeço aos que me inspiram diariamente, nos sorrisos, nas canções, no caminho ...

dedico a vocês essa postagem ... aos queridos ... e aos que ainda serão !

Saravá !

Eu quero é festa !!!

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Tem dias ...

Chico já me falava que tem dias em partimos ou morremos ...
estancamos ... cessamos a batucada ...

Mas tem dias em que somos acolhidos por um encanto sem fim ...
aquele nos dá esperança quando nos perdemos ...
aquele o qual faz que reconheçamos a graça de nosso próprio sorriso ...
os excessos de nossas frases ...
a verborragia dos cumprimentos ...
a delicadeza das atitudes ...

E seguimos tocados por esse encanto !

sem saber para onde ir ... mas contentes ... radiantes ... pela sua chegada !

sábado, 19 de abril de 2008

Olha o q o Orkut me diz ...

Sorte de hoje: Você é muito expressivo e otimista nas palavras, nas atitudes e nos sentimentos

Coragem !

quarta-feira, 16 de abril de 2008

O que fica ...

sexta-feira, 4 de abril de 2008

terça-feira, 1 de abril de 2008

Merecida Deferência!




Parabéns Jú !!